Pterígeo e pinguécula

       Pterígeo e pinguécula são tecidos anormais que crescem na superfície do olho. Enquanto a pinguécula não causa distorções na visão, o pterígeo pode crescer sobre a córnea e provocar sintomas visuais.

 

     As duas condições são mais frequentes em locais de clima quente e seco.

O que é pterígeo?

           O pterígeo é um tecido cor de pele, de formato triangular, que cresce em direção ao centro da córnea. Este tecido elevado e elástico geralmente se origina no canto interno e cresce em direção ao centro do olho.

O que causa o pterígeo?

        A razão exata pela qual o pterígeo se desenvolve não é completamente compreendida. No entanto, exposição à luz ultravioleta e irritação crônica causada por ressecamento ocular parecem ter um papel importante.

 

          O pterígeo é mais comum em pessoas que passam muito tempo expostas ao sol, vento, poeira ou muito calor. Além disso, é 3 vezes mais comum em homens do que em mulheres.

Quais são os sintomas?

       Os sintomas do pterígeo geralmente não são severos, porém podem incluir visão borrada e irritação ocular. Os pacientes geralmente se queixam de coceira, ardência e sensação de areia nos olhos. Durante a fase de crescimento, o pterígeo fica vermelho e inchado.

 

      O pterígeo tende a crescer lentamente, e em muitos casos pára de crescer e não causam maiores sintomas. No entanto, se o pterígeo cresce muito, chegando próximo ao centro da córnea, pode ocorrer diminuição da visão.

Como o pterígeo é tratado?

         O pterígeo só é tratado se provocar sintomas. Ao ficar vermelho e irritado, colírios podem reduzir a inflamação e aliviar o ressecamento. Se existe a chance de haver prejuízo visual, ou se os sintomas não melhoram com o tratamento clínico, o pterígeo pode ser removido com cirurgia.

         Como o pterígeo tem tendência a recidivar, existem algumas técnicas cirúrgicas que são utilizadas para prevenir esta recidiva, como a técnica utilizada aqui no Instituto Reynaldo Rezende de remoção do pterígeo com plástica de conjuntiva.

        Nesta técnica, após a remoção do pterígeo, a área exposta é recoberta com a conjuntiva de outra parte do olho, diminuindo muito o risco de recidiva.

        Pterígios médio e grande, o melhor tratamento é cirúrgico.
O tratamento cirúrgico com enxerto conjuntival e cola biológica para fixação do enxerto é sem dúvida a melhor técnica.

O que é pinguécula?

        Pinguécula é um espessamento da membrana conjuntival que recobre a parte branca dos olhos. A pinguécula , que parece um nódulo amarelado ou esbranquiçado, é composta por material benigno como a gordura. Diferente do pterígeo, a pinguécula nunca cresce sobre a córnea.

Instituto de Olhos Reynaldo Rezende Telefone para contato: (16) 3797-8777  /  (16) 3610-3033 /  WhatsAspp (16) 99611-4768| Email: atendimento@iorr.com.br Rua Vicente de Carvalho, 662 | Vila Seixas - 14020-040 |Ribeirão Preto - SP

Este site segue as normas de Código de Ética do Conselho Federal de Medicina. | Diretor Técnico Médico Dr. Reinaldo L. O. Resende CRM-SP 20.313