Ribeirão Preto, 18 de Julho de 2019

ASA (Advanced Surface Ablation) - LASER de Superfície Técnica LASEK / PRK / Epi-LASIK

A técnica do LASEK / PRK tem por objetivo preservar o máximo possível a estrutura da córnea, atuando sem cortes sobre a área superficial da córnea. Similar ao LASIK, também trata miopia, hipermetropia e astigmatismo, com a diferença de que não há cortes e nem flap, poupando uma quantidade maior do tecido corneano. Por isso, é a técnica de escolha quando a córnea do paciente é muito fina, ou quando a quantidade de grau é maior do que o que pode ser corrigido com segurança através da técnica do LASIK. Após a remoção do epitélio (camada fina, superficial da córnea), o LASER é aplicado para modificar sua curvatura e corrigir o grau. Após terminado o tratamento a LASER, uma lente de contato terapêutica é colocada sobre a córnea para ajudar na cicatrização e diminuir o desconforto. O epitélio geralmente leva de 3-5 dias para se recuperar e cubrir totalmente a superfície da córnea. Esse tempo de cicatrização depende de muitos fatores, como o tamanho da área tratada, a saúde da córnea do paciente, a capacidade de cicatrização de cada um, e a toxicidade dos colírios utilizados no período.


Laser de superfície

A recuperação visual após o LASER de superfície é significativamente mais lenta que no LASIK. Durante os primeiros 3-5 dias pode haver desde um desconforto leve até um desconforto importante, onde pode ser necessário a utilização de colírio para manter a pupila dilatada, causando piora temporária da visão de perto e sensibilidade à luz. O uso correto das medicações prescritas e compressas frias são essenciais neste período. Dentre as vantagens do PRK / LASEK em relação ao LASIK estão a eliminação das complicações relacionadas ao flap durante a cirurgia e no decorrer da vida do paciente, a redução da incidência de ressecamento ocular, e uma maior espessura de tecido corneano residual, intocado pela cirurgia.

Facebook - Instituto Reynaldo Rezende
Desenvolvido por ARZ